ION - A NOVA OPERADORA DE TV POR ASSINATURA JÁ OPERA COMERCILAMENTE - 02/10/2014.

Flavio Costa | 17:14 | 0 comentários



O serviço de TV por assinatura Ion, desenvolvido pela Unotel para ser ofertado em todo território nacional por provedores de Internet (ISPs), iniciará sua operação comercial nesta quarta-feira, dia 1º. Inicialmente, o serviço será ofertado apenas para assinantes dos serviços de banda larga dos provedores parceiros. 
Com uma marca única para todo o país, o Ion começa a ser oferecido por cerca de 180 ISPs em mais de 20 estados e cerca de 700 municípios. Contando os gastos com marketing, a empresa disse ter investido R$ 30 milhões na criação do serviço.

Com o lançamento, a empresa apresentou mais detalhes do seu line-up. A Ion TV chegará ao mercado sem os canais Globosat. Contudo, segundo Alexandre Britto, presidente da marca, o acordo com a programadora já está praticamente fechado. "Já negociamos os acordos com a Globosat, estamos aguardando apenas questões burocráticas e devemos ter esses canais no nosso line-up até o final desse mês", revela.

A operadora terá três opções de pacotes de canais: básico, intermediário e avançado. Com os canais Globosat, o pacote inicial da operadora contará com 39 canais pagos, dos quais 22 serão HD, além de 32 canais de música e os canais abertos. Sendo vendido pelo valor promocional de R$ 39,90 ao mês até dia 31 de dezembro, o valor do pacote de entrada irá variar entre R$ 69,00 e R$ 89.00. Já a opção mais avançada contará com 66 canais pagos, dos quais 39 virão em HD, além dos 32 canais de música e demais canais abertos. Seu preço irá variar entre R$ 179,00 e R$ 199,00.

Os canais abertos não serão transmitidos via satélite. O set-top box utilizado pela empresa contará com receptor terrestre digital para exibir a programação aberta, que será alocada entre os canais um e 100 no line-up. Em cidades onde o sinal ainda é analógico, o cliente precisará sintonizá-los com uma antena própria.

"Conseguimos trazer os canais HD para nossos pacotes de entrada, e isso será um diferencial. Não há duplicidade de canais em nossa grade. Todos os canais disponíveis em HD serão transmitidos apenas nesse formato", diz Britto.

Segundo Orlando Ferreira Neto, presidente da Unotel, o serviço de TV começa cobrindo uma região com 35 milhões de habitantes. A empresa espera contar com mais cem parceiros até o fina do ano e chegar a 900 nos próximos três anos. "Prevemos um crescimento acelerado no número de parceiros agora. Até esse momento, muitos não se sentiam confiantes o suficiente para entrar. Com o serviço funcionando, tornando-se realidade, esse número deve subir rapidamente", prevê o executivo.


A variação no preço dependerá do provedor local, que poderá combinar o serviço de TV com seus pacotes de Internet, podendo abrir mão de parte de sua receita em um dos serviços. "Tentamos oferecer a maior flexibilidade possível, apesar das restrições regulatórias, porque o Brasil é um país com realidades de mercado muito diferentes", explica Neto.

Category:

0 comentários